Barranco cobra da Sinfra explicações sobre pavimentação de rodovias

O deputado quer saber por que as obras das MTs 413 e 208 não foram concluídas

Barranco cobra da Sinfra explicações sobre pavimentação de rodovias

A Secretaria de Estado de Infraestrutura tem trinta dias para responder ao deputado estadual Valdir Barranco (PT) por que as obras de duas importantes rodovias do interior não foram concluídas. O requerimento foi aprovado na sessão vespertina da última quarta-feira (23).

Em Santa Terezinha, no Araguaia, um trecho de 24 quilômetros da MT-413, que interliga o município à BR-158, continua sem pavimentação. “Estamos em pleno período de chuvas, e a população está sendo obrigada a enfrentar a lama para ter acesso à BR-158, isso quando os veículos não ficam atolados. Um verdadeiro absurdo”, reclama o deputado.

Segundo Barranco, um outro problema chama a atenção. Durante as obras de pavimentação, o Estado construiu três pontes de madeira, de 20 metros cada, de forma provisória. A ideia é de que fossem substituídas por outras de concreto. “As pontes não foram substituídas e, em protesto, as de madeira estão sendo queimadas. Isso não pode continuar. O que foi projetado, aprovado e iniciado tem que ser concluído.”

O município de Nova Bandeirantes, na região norte, também foi prejudicado. A estrada de acesso ao Centro, conhecida como Pé de Pato, continua sem pavimentação. As obras foram iniciadas em 2013 e até hoje não foram concluídas. “Esta é a única via de acesso a Nova Bandeirantes partindo da rodovia MT-208, que liga Cuiabá a Alta Floresta. Com as chuvas, os moradores ficam ilhados. Se ocorre um acidente de grande proporções, por exemplo, as equipes de socorro não têm como chegar”, disse o deputado.

Para o deputado Valdir Barranco, a paralisação das obras é culpa da incapacidade de gestão do governo do Estado. “Este desgoverno inviabilizou o Estado alegando crise econômica. Mas de que crise ele está falando? Vamos terminar o ano com quase R$ 20 bilhões de receitas com a entrada em caixa do dinheiro vindo da repatriação e do FEX repassados pela União. Até ontem (23), foram realizados os R$ 17,2 bi - segundo o portal da transparência. Portanto, exijo que o governo explique o porquê da paralisação destas obras de infraestrutura.”

Robson Fraga

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Barranco cobra da Sinfra explicações sobre pavimentação de rodovias

Enviando Comentário Fechar :/