Erro na Linha: #8 :: Undefined index: id
/home/deputadovaldirba/public_html/themes/wc_default/pagina.php

Valdir Barranco

O deputado do Campo, Justiça Social e Educação

Valdir Barranco

Valdir Mendes Barranco, nasceu no dia 11 de março de 1975, em Alvorada do Sul, uma cidade com apenas 11 mil habitantes, no Paraná. Por lá ficou até o início de sua infância, quando seus pais, Roque Barranco Pôncio e Elza Mendes Barranco (in memorian), e seus sete irmãos se mudaram para o município de Nova Bandeirantes, no interior de Mato Grosso.

Lá ele conheceu, namorou e se casou, em 1999, com Roseli Nunes Barranco com quem tem dois filhos: Paulo Henrique e Ana Carolina.

Barranco é filho do campo e tem suas raízes fixadas e entrelaçadas nele, e foi assim que ele desenhou sua trajetória de vida. Sempre para o POVO e com o POVO!!! Seu primeiro trabalho foi na agricultura familiar dos 9 aos 14 anos, quando saiu para ser ajudante de farmácia e em seguida balconista. Saiu da agricultura familiar naquele momento, mas ela já estava correndo em suas veias!!

Sempre caminhou de mãos dadas com a educação, onde cursou licenciatura em Ciências Biológicas pelo campus da Unemat de Alta Floresta, e especializou-se em Educação à Distância e em gestão e financiamento do ensino público, ambas pela Universidade Federal de Mato Grosso. Foi professor da educação básica e orientador acadêmico do NEAD/UFMT.

Já foi secretário de educação de Nova Bandeirantes em 2001. Por lá, ele também foi prefeito entre os anos de 2004 e 2008. Já em 2009, mudou se para Cuiabá para assumir a chefia da Divisão de Obtenção de Terras do INCRA-MT. Em seguida, tornou-se chefe da Divisão de Administração. De 2011 a 2014, exerceu a função de superintendente titular tendo como bandeira a luta pelo direito a terra. Sempre para o POVO e com o POVO.

E no ano de 2014, atendendo ao chamado do Partido dos Trabalhadores (PT) e dos movimentos sociais, principalmente do campo e da educação, concorreu ao cargo de deputado estadual, no qual foi eleito com 19.270 votos. Contudo, foi vítima de um golpe político orquestrado por vereadores corruptos do município de Nova Bandeirantes e só assumiu seu cargo na Assembleia Legislativa no dia 21 de setembro de 2016, depois de uma árdua e demorada batalha jurídica. Ele foi reeleito deputado estadual em 2018, com 21.970 votos.

No ano de 2020, disputou à vaga para o Senado Federal de Mato Grosso, onde percorreu todo o estado durante os 45 dias de campanha, e conquistou 117.933 votos. Votos daqueles que se preocupam e se importam com todo o estado e vivem e trabalham para o seu desenvolvimento. Foram 117.933 votos confirmados e que confiam que Barranco é a melhor pessoa para ajudar aqueles que mais precisam.

"Minha luta por reforma agrária, educação e justiça social sempre esteve no foco do meu trabalho. Sou um fiel fiscalizador do governo e representante das minorias. Faço oposição decente e propositiva para que Mato Grosso reencontre os caminhos da justiça social, do emprego e do desenvolvimento político-econômico. Como no meu primeiro mandato, o gabinete 220 da Assembleia Legislativa continua de portas abertas para o povo e voltado às lutas trabalhistas. Contem sempre comigo”.