ALMT entrega moção de aplauso aos pioneiros de Nova Bandeirantes

A honraria foi requerida pelo deputado estadual Valdir Barranco em homenagem pelos 35 anos do município

ALMT entrega moção de aplauso aos pioneiros de Nova Bandeirantes

Nova Bandeirantes vai completar 35 anos na próxima sexta-feira (11). A cidade fundada na década de 80 foi construída por imigrantes paranaenses que deixaram tudo para trás em busca do sonho de uma vida próspera em Mato Grosso. O projeto de colonização particular, da Colonizadora Bandeirantes (Coban), foi aprovado pelo Incra em agosto de 1983 (INCRA/BR 3.422/83 – Portaria 14). Um ano antes, foram feitos os levantamentos topográficos para a abertura da MT-208, a partir de Trivelato rumo às novas terras, o que proporcionou a chegada dos primeiros habitantes.

Adelino Scholler, hoje presidente da Câmara Municipal, foi um dos desbravadores. “Vim pra trabalhar. Quando cheguei (1/1982) tinham 800 hectares de terra pra limpar e abrir passagem para outras famílias e para as máquinas da Coban. Eu e mais três companheiros roçamos tudo na foice. Foram três meses de muito trabalho, mas valeu a pena e hoje somos muito felizes aqui.”

Dona Ignês Linares deixou o Paraná com o marido e dois filhos. “Vim pra acompanhar o “patrão”, mas não queria vir. Quando chegamos só via mato. Chorava todo dia. Por perto só tinha um antigo armazém do finado Polaco. Não foi fácil, mas depois fomos tocando a vida, criamos os filhos e estamos aqui até hoje”.

Outro personagem importante é Daniel Amaral, um dos primeiros comerciantes locais. Aos 72 anos, diz que enfrentou muitas adversidades. “Eu vim pra cá tocar uma sorveria, mas sem nenhum tostão no bolso. Era tudo muito difícil. Pra ter o que vender tinha que comprar em Alta Floresta. Com o tempo, minha sorveteria vendia de tudo: cerveja, cigarro... até bicicleta velha eu vendia! Mas venci, e não troco este lugar por outro.”

Roque Barranco (in memoriam), pai do deputado estadual Valdir Barranco, também ajudou a fundar a cidade. Com esposa e 8 filhos, chegou a Nova Bandeirantes no dia 26 de junho de 1983. “Nossa primeira moradia foi um barraco coberto de lona preta. Só depois de seis meses construímos uma casinha simples perto da roça do meu pai. Nossa história se confunde com a de todas as famílias que vieram pra estas terras. Não tínhamos bens materiais, mas sobravam coragem e disposição pra trabalhar, resistir e fazer desta terra a nossa terra”, conta o deputado.

Na última segunda-feira (7), em reconhecimento ao esforço e dedicação de cada fundador de Nova Bandeirantes e pelos 35 anos do município, a ALMT entregou moção de aplausos para cerca de 50 pioneiros. A honraria foi requerida pelo deputado Valdir Barranco e o evento foi realizado na Câmara Municipal.

"Foi emocionante poder reencontrar e homenagear todos estes companheiros e companheiras de luta. Gente humilde e guerreira que trabalhou muito pra chegarmos até aqui. Agradeço à mesa diretora da ALMT pela oportunidade e quero dizer que todas as outras famílias que ajudaram a fundar nossa cidade também serão homenageadas em breve. Parabéns, pioneiros. Parabéns, Nova Bandeirantes”. 

Robson Fraga

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para ALMT entrega moção de aplauso aos pioneiros de Nova Bandeirantes

Enviando Comentário Fechar :/