"Adversários bolsonaristas são retrocesso", diz Barranco na disputa ao Senado

O petista aposta numa campanha pautada em propostas e não em ataques

"Adversários bolsonaristas são retrocesso", diz Barranco na disputa ao Senado

Assessoria

Deputado estadual e candidato ao Senado nestas eleições, Valdir Barranco (PT), comentou que os “senadores bolsonaristas são um retrocesso” e que sua candidatura é a única que “representa trabalho, comida na mesa, cultura, esporte e uma vida digna”.

No entanto, ao Única News, Barranco destacou que não perderá tempo na campanha com ataques pessoais. Para ele, suas campanhas a prefeito de Nova Bandeirantes e as duas para deputado estadual, deixaram ‘bem claro’ que é propositivo.

“O povo já percebeu que este governo que está aí e tudo o que ele representa é um retrocesso, uma afronta à democracia e aos direitos dos cidadãos. Nossa gente quer trabalho com renda digna, comida na mesa, cultura, esporte, uma vida digna. Nossa candidatura é a única que representa tudo isso. O povo quer no senado pessoas contrárias ao autoritarismo, à ditadura e que pense no Brasil além do capital”, ressaltou.

A suplência será é composta por duas mulheres experientes – ex-reitora da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Maria Lúcia (PCdoB) e a ex-vereador por Cuiabá, professora Enelinda Scala (PT). Barranco disse será um mandato popular e participativo, que focará “nos mais empobrecidos; educação pública; universidade; agricultura familiar com foco na regularização fundiária e na reforma agrária; as mulheres; povo indígena e nos servidores públicos”.

Questionado sobre o momento de recuo que o PT enfrenta desde a eleição de Jair Bolsonaro, Barranco afirma que não existe essa situação, já que o partido foi “o que mais cresceu”. Ele acredita que a sigla tem muito apoio popular e que isso pode ser comprovado, segundo pesquisas recentes.

“O PT não enfrenta momento de recuo, muito pelo contrário, nosso partido foi o que mais cresceu em número de filiações nos últimos dois anos. Somos a maior bancada na Câmara, contendo 56 políticos, 6 senadores e 256 prefeituras no Brasil. O PT é o único partido que de fato representa o clamor popular, porque defende os mais pobres, acredita em sua base e constrói políticas socioeconômicas que valorizam as pessoas, o trabalhador, a agricultura familiar, a educação, a saúde, os servidores públicos, ou seja, o povo”, comentou.

Em relação aos resultados de pesquisas recentes, em que o atual senador interino e candidato à reeleição, Carlos Fávaro (PSD), tem liderado a intenção de votos, Barranco avalia que seu mandato “tampão” não foi conquistado nas urnas e que a cadeira deveria ter ficado vaga.

“Este mandato não foi conquistado nas urnas, destaco inclusive que o TSE, durante a decisão que cassou o mandato da ex-senadora Selma Arruda, afirmou que a legislação estabelecesse que a cadeira deveria ficar vaga até a eleição suplementar. Só acredito em mandatos populares conquistados através da eleição direta, do voto popular”, declarou.

Por fim, ele acredita que a população deve votar nele para o Senado por ser o que realmente representa a vontade popular entre os 11 candidatos na eleição suplementar.

“Porque sou candidato que fará um mandato com participação popular, de mãos dadas com o povo, ouvindo seus anseios e trabalhando por políticas sociais efetivas, na defesa inconteste da garantia dos direitos dos servidores públicos e da classe trabalhadora como um todo, como faço na Assembleia Legislativa. Defendo uma educação pública de qualidade em todas as esferas, o fortalecimento do SUS, a geração de emprego e renda, a regularização fundiária, a ciência e a tecnologia, as universidades, a preservação dos territórios indígenas, a valorização dos jovens e a igualdade de gêneros; inclusive na política. Só com a união de todos e todas faremos um país melhor através de políticas públicas que valorizem o povo e não somente o capital. Com estas propostas, vamos vencer, juntos, as eleições suplementares ao Senado”, finalizou.

Claryssa Amorim - Única News

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para "Adversários bolsonaristas são retrocesso", diz Barranco na disputa ao Senado

Enviando Comentário Fechar :/